Saiba como montar um bom planejamento financeiro empresarial para o seu negócio! - Blog Progresso Contabilidade Saiba como montar um bom planejamento financeiro empresarial para o seu negócio! - Blog Progresso Contabilidade

Saiba como montar um bom planejamento financeiro empresarial para o seu negócio!

Saiba como montar um bom planejamento financeiro empresarial para o seu negócio!

Toda empresa precisa de um alicerce para se desenvolver. Essa base é o planejamento financeiro empresarial, um documento que ajuda a concretizar o crescimento do negócio. Por que ele tem tanta importância? Basicamente porque todas as ações a serem adotadas estão previstas ali.

Ao ser elaborado, a empresa tem mais facilidade em conquistar vantagem competitiva. Isso porque erros básicos de gestão financeira são evitados. O monitoramento do fluxo de caixa é efetivado para garantir o cumprimento dos compromissos assumidos, por exemplo. Da mesma forma, é mais fácil alcançar os objetivos esperados.

Portanto, essa descrição deixa claro que é indispensável saber como fazer um planejamento financeiro empresarial. Quer saber como elaborá-lo? Neste artigo, vamos explicar os principais detalhes. Entenda o que fazer.

O que é planejamento financeiro empresarial?

O planejamento financeiro empresarial é um guia que mostra os dados atuais e projeta o futuro do orçamento do seu negócio. Nele, estão incluídos custos, despesas, investimentos e capital de giro.

Sua elaboração costuma fazer parte do plano de negócios. Ele ajuda a definir como é possível rentabilizar a sua ideia, já que apresenta as ferramentas que ajudarão a garantir a saúde financeira da empresa.

Assim, esse documento ajuda na tomada de decisões estratégicas. Por exemplo, qual o momento certo de fazer investimentos, como identificar as melhores oportunidades, quando é necessário reforçar o capital de giro etc.

Dessa forma, o planejamento financeiro da empresa é essencial para qualquer negócio, independentemente do segmento de atuação ou do tamanho. Além disso, deve considerar os ambientes micro e macro, e ser realista.

Qual sua importância?

O planejamento financeiro direciona a empresa para o caminho do sucesso. Isso porque receitas e despesas são projetadas, assim como investimentos. Com isso, é possível identificar a necessidade de ajustes nos processos para garantir que os objetivos sejam atingidos.

Mais do que isso, o documento traz clareza no que se refere ao orçamento empresarial. Por isso, você sabe como estão as movimentações financeiras de determinado período e consegue projetar os próximos passos.

Ou seja, em conjunto com uma boa análise de mercado e da experiência do cliente, é possível saber se a sua ideia é viável e quanto de dinheiro precisa para garantir a sustentabilidade do negócio. Assim, você consegue efetivar uma boa gestão financeira.

Essa medida é altamente relevante, especialmente porque dados do Sebrae indicam que 24,4% dos micro e pequenos negócios fecham em menos de 2 anos. Quando o prazo é aumentado para 4 anos, o percentual chega a 50%.

Nesse cenário, um dos principais fatores que levam à falência é a falta de monitoramento das finanças. Isso dificulta a realização de investimentos e interfere até na precificação adequada de produtos e serviços. Afinal, sem ter acesso aos dados corretos e não sabendo aonde deseja chegar, é muito fácil se perder.

Para que serve esse documento?

Além de todos os pontos elencados, fazer um planejamento financeiro empresarial traz outros pontos positivos. Várias vantagens são obtidas e demonstram para que serve esse guia. Os principais benefícios são: 

  • integração do orçamento de diferentes setores do negócio, avaliando o que é importante e definindo as atividades de cada um. Assim, é possível que cada área entenda o impacto de suas ações no restante da empresa;
  • estruturação de pessoal, já que demissões, admissões, treinamentos, onboarding, etc. precisam estar previstos. Isso garante um provisionamento adequado para evitar que sua empresa tenha problemas financeiros na hora de pagar os funcionários;
  • previsibilidade, já que vários cenários são considerados. Isso permite delimitar objetivos de curto, médio e longo prazo, ao mesmo tempo que favorece a redução de riscos;
  • eficácia na gestão, pois você tem mais controle financeiro sobre as atividades e mantém as contas em dia. Da mesma forma, consegue direcionar os investimentos e tomar decisões mais acertadas;
  • redução de custos, já que o empreendedor tem mais visibilidade sobre os dados financeiros do negócio. Isso significa que é possível acompanhar o nível de desperdícios, os gastos desnecessários, os aspectos que podem ser revisados etc. Tudo para manter o orçamento da empresa sob controle.

Como fazer um planejamento financeiro empresarial?

Agora que você já entendeu por que é importante elaborar esse guia, chega a hora de aprender a elaborá-lo. Para montá-lo da forma correta, é preciso seguir algumas etapas. Veja quais são elas.

Faça uma análise atual

Comece descobrindo qual é a situação financeira do seu negócio. Por isso, é preciso considerar: 

  • tempo de mercado;
  • condições atuais;
  • capital de giro disponível;
  • tipo de produto vendido ou serviço prestado;
  • público-alvo;
  • comunicação externa e interna;
  • objetivos e metas a serem alcançados.

Tenha em mente que não existe fórmula pronta e cada empresa tem seus próprios desafios. Porém, esse é o primeiro passo em qualquer caso, pois é nesta etapa que você descobre quais são seus diferenciais, principais concorrentes e outros detalhes.

Mantenha todas as informações acessíveis e organizadas. Além disso, quem estiver em cargos de gestão deve compartilhar essas informações para tomar decisões alinhadas. Ainda pode ser necessário reunir os colaboradores para pensar de forma estratégica e  identificar oportunidades para alavancar o seu negócio.

Registre toda a movimentação financeira

Faça um bom fluxo de caixa para saber como estão as movimentações financeiras atuais e quais são as perspectivas futuras. Anote tudo que foi recebido e gasto. Mais do que isso, indique os valores a serem ganhos e pagos nas próximas semanas para fazer uma projeção.

Para ser um registro completo, o ideal é incluir os seguintes aspectos: 

  • planejamento do gasto ao longo do período, como despesas recorrentes e extraordinárias, e investimentos;
  • planejamento do faturamento, com tudo o que deve ser ganho ao longo do período;
  • construção de um plano de vendas, com modelo de precificação, fontes de receita, canais de distribuição e mais;
  • construção dos demonstrativos contábeis, o que permite ter uma visão consolidada da situação financeira;
  • definição de prioridades, para saber o que deve ser feito antes.

Faça uma previsão de orçamento

O orçamento é uma técnica financeira importante para organizar as finanças empresariais, que passa por suas receitas e despesas durante determinado período. A previsibilidade é mais difícil de ser garantida quanto maior for o intervalo de tempo analisado. Por isso, vale a pena realizá-lo e acompanhá-lo para fazer ajustes quando necessário.

Ele pode ser relativo a compras, vendas, produção, despesas, investimentos ou financiamentos. Perceba que o orçamento é um complemento ao fluxo de caixa, já que o segundo ajuda a verificar se o primeiro está sendo cumprido.

Por exemplo, se o fluxo de caixa mostrar que os gastos de um setor estão ultrapassando o orçamento, é a hora de rever processos. Assim, você garante que não haverá surpresas desagradáveis. 

Analise os resultados

Para saber como montar um planejamento financeiro empresarial, também é necessário analisar os resultados alcançados. Essa é uma forma de aprimorar a elaboração de outros planos e ainda verificar o que precisa ser corrigido.

Por isso, sempre confira o que foi previsto e o que foi planejado. Dessa forma, você evita que a sua previsão de lucro se transforme em prejuízo, por exemplo. Também consegue identificar a necessidade de fortalecer o capital de giro ou o melhor momento de realizar um investimento.

Como garantir um bom planejamento?

Todas essas etapas devem ser feitas por especialistas. Afinal, um bom planejamento financeiro requer que a contabilidade esteja toda correta para evitar que sua empresa entre em recuperação financeira. Para isso, é importante contar com os melhores profissionais.

Com a Progresso Contabilidade, você conta com a ajuda necessária na hora de fazer um planejamento financeiro empresarial. Assim, sabe o que fazer, quais setores estão com os melhores resultados e aqueles que ainda precisam ser adequados à realidade esperada. O resultado é a sustentabilidade do seu negócio.

Gostou dessas dicas e quer ver mais? Curta os perfis da Progresso Contabilidade nas redes sociais e acompanhe as novidades! Estamos no Facebook, LinkedIn, YouTube e Instagram.