Tire sua empresa do vermelho! Descubra os passos para a recuperação financeira - Blog Progresso Contabilidade Tire sua empresa do vermelho! Descubra os passos para a recuperação financeira - Blog Progresso Contabilidade

Tire sua empresa do vermelho! Descubra os passos para a recuperação financeira

Sua empresa caiu no endividamento? A situação pode ser resolvida. Veja quais são os cinco passos fundamentais para uma recuperação financeira bem sucedida!

Tire sua empresa do vermelho! Descubra os passos para a recuperação financeira

Para uma empresa, o endividamento é uma situação perigosa, mas que pode ser revertida com as práticas certas de gestão. Fazer uma recuperação financeira exige controle e foco; é um trabalho relativamente simples, mas não é fácil de realizar sozinho. Ajuda especializada é fundamental nesse processo. 

Quer saber como é feita a recuperação financeira? Com cinco passos, é possível tirar a sua empresa do vermelho e colocá-la na direção das finanças saudáveis. Veja as etapas!

1. Fazer um diagnóstico

Para tirar a empresa de uma situação financeira ruim, o primeiro passo é diagnosticar essa situação. Você precisa saber:

  • quanto sua empresa está devendo;
  • quem são os credores;
  • quais são as dívidas mais difíceis de pagar;
  • como os juros e multas estão se acumulando mês a mês.

Sem essas informações, qualquer tentativa de recuperação financeira será um tiro no escuro. Por exemplo, você pode acabar gastando energia para pagar dívidas que não são as mais importantes, enquanto a empresa continua se afundando com as dívidas realmente pesadas.

Para fazer esse diagnóstico, é fundamental que os relatórios financeiros e contábeis da empresa estejam em dia, isto é, completos e atualizados. Informações incompletas ou incorretas são tão prejudiciais quanto a falta total de informações, já que elas não oferecem uma base confiável para tomar decisões.

2. Estruturar um planejamento financeiro

Após diagnosticar a situação da empresa, é hora de planejar o futuro, pensando em como melhorar o uso dos recursos financeiros. Seu objetivo deve ser criar uma situação mais sustentável, em que o negócio seja capaz de manter suas operações e gerar lucro, sem cair novamente no endividamento.

Esse planejamento financeiro pode ser dividido em três versões: otimista, realista e pessimista. Por exemplo, a versão otimista deve considerar que a empresa vai bater todas as metas de vendas; a versão realista deve considerar que a empresa vai atingir 80% de suas metas de vendas; e a versão pessimista deve considerar que a empresa vai atingir apenas 60% de suas metas de vendas. 

Assim, você estará preparado para manter a gestão financeira da empresa na direção certa, independentemente do cenário enfrentado.

3. Fazer o corte de gastos

O terceiro passo é usar o planejamento financeiro como referência para fazer o corte de gastos e, assim, deixar a situação financeira da empresa mais confortável. Porém, esse corte deve ser inteligente. É preciso ser objetivo ao determinar quais gastos podem ser eliminados sem prejuízos para o negócio, e quais não podem.

Um dos métodos possíveis para realizar um corte de gastos inteligente é deixar completamente de lado os gastos dos períodos anteriores e começar um novo orçamento.

Essa prática, chamada de Orçamento Base Zero, evita que gastos desnecessários do passado continuem se repetindo e se tornem um “vício” para as finanças da empresa. Além disso, ela também evita que gastos realmente importantes acabem sendo cortados simplesmente pela urgência de sair do endividamento.

4. Renegociar as dívidas

O quinto passo é renegociar as dívidas que já existem com seus credores. Em muitos casos, o fornecedor ou prestador de serviços está mais interessado em receber rapidamente do que em receber o valor total. 

Em outros casos, ele não abre mão de receber o valor total, mas está disposto a oferecer condições melhores para o pagamento, como um parcelamento da dívida.

Além de ser fundamental para a recuperação financeira, a renegociação de dívidas também permite manter a boa reputação da empresa e preservar suas relações comerciais com parceiros importantes. 

De fato, se a renegociação for bem conduzida, ela fortalece o vínculo de confiança, pois é uma demonstração de boa fé do devedor, que não está fugindo à sua obrigação de pagar. 

5. Contratar uma contabilidade de confiança

Apesar de estar no final da nossa lista, este é o passo mais importante: contratar uma contabilidade de confiança. Todo o processo de recuperação financeira fica muito mais fácil quando você conta com o apoio de um bom escritório de contabilidade.  

A Progresso Contabilidade oferece o apoio de que você precisa para tirar sua empresa do vermelho, fazendo uma recuperação financeira bem sucedida. Nossa equipe de profissionais especializados realiza todos os serviços da rotina contábil do seu negócio.

Com o apoio da Progresso, você terá acesso às informações de que precisa para tomar decisões financeiras estratégicas com segurança. Mas não apenas isso, você receberá essas informações em um formato mais fácil de entender e interpretar. 

Além disso, poderá contar com um parceiro que atende aos mais altos padrões técnicos, respeitando princípios éticos, normas contábeis e legislação em vigor. 

Quer saber mais? Veja todos os serviços que a Progresso Contabilidade oferece!