Contabilidade para startups: como é aplicada?

4 minutos para ler

Há muito tempo o contador deixou de ser um profissional que apenas contabiliza os tributos de uma empresa, pois ele elabora planejamentos, ajuda na tomada de decisões e muito mais. Devido a isso, a contabilidade para startups é um dos serviços mais importantes para garantir o sucesso desse tipo de organização.

Neste conteúdo vamos mostrar como funciona uma startup, quais são as aplicações da contabilidade nesse tipo de empresa e por que, nesses casos, é fundamental contar com uma assessoria especializada. Confira!

Como funciona uma startup?

Startup é um negócio que cria um jeito inovador de atender uma demanda do público. Muitas pessoas relacionam o conceito a inovações tecnológicas, mas nem sempre uma startup estará relacionada à área de TI. Podemos caracterizar uma startup nos seguintes pontos:

  • modelo de negócios: traz uma maneira inovadora de gerar valor ao cliente;
  • incerteza: não há certeza de que o negócio dará certo ou não;
  • escalável: a empresa deve conseguir entregar o mesmo produto de forma escalável, ou seja, terá que atender a uma crescente demanda sem aumentar seus custos na mesma proporção;
  • repetível: a startup deve ser capaz de entregar o mesmo produto ou serviço em escala ilimitada;
  • promissor: tem potencial gerar grandes lucros.

Esse tipo de empresa não está consolidada e exige investimento de terceiros, mas os investidores e especialistas costumam tomar muito cuidado antes de alocar capital em uma startup em razão do risco existente.

Qual é a aplicação da contabilidade para startups?

A contabilidade exerce um grande papel na redução de riscos, melhoria na tomada de decisões e eliminação de problemas fiscais. Entenda algumas das principais aplicações desse serviço em uma startup.

Obrigações fiscais e tributárias

Além de cumprir as obrigações tributárias principais (pagamento dos tributos), há um amplo número de obrigações acessórias que precisam ser realizadas. Entre as responsabilidades que são delegadas ao contador, estão:

  • registros nos órgãos adequados e obtenção de todas as licenças exigidas para formalização do negócio;
  • escrituração de notas fiscais;
  • elaboração de relatórios contábeis;
  • realização da folha de pagamento;
  • entrega aos órgãos fiscalizadores de declarações como: eSocial, Rais, Caged, Dirf, Sped, entre outras.

Regime tributário

Durante a abertura de uma empresa ou antes de encerrar seu exercício, a empresa pode escolher entre três regimes tributários. Entenda-os resumidamente:

  • Lucro Real: os impostos incidem diretamente sobre o lucro;
  • Lucro Presumido: presume-se que a empresa reserva uma parte dos ganhos aos lucros e, sobre esse valor, incidem os tributos;
  • Simples Nacional: regime com menos burocracia e alíquotas reduzidas.

Não há um regime melhor que o outro, sendo necessário ter o apoio de um contador para analisar características como atividade, faturamento e incentivos fiscais, por exemplo, para definir o mais vantajoso para a startup.

Valuation

Valuation é um processo que analisa o valor de uma empresa. Essa informação é importante para realizar transações, aquisições, auxiliar na tomada de decisão e até nos processos judiciais. O valuation só pode ser feito com demonstrações financeiras, tornando imprescindível o apoio de um bom contador.

Movimentação financeira

Startups devem ter muito cuidado com a movimentação financeira, ou seja, entrada e saída de dinheiro, realização de investimentos e projetos. O contador ajuda nesse quesito ao maximizar o controle sobre as contas.

Qual é a importância de procurar uma assessoria especializada?

Com a ajuda de um bom serviço contábil, a startup conquista um grande número de benefícios, veja alguns deles:

  • eliminação de erros nas declarações fiscais e problemas com o Fisco;
  • escolha mais vantajosa do regime tributário;
  • maior conhecimento sobre as contas do negócio;
  • ajuda no aporte de capital de investidores;
  • permite que o gestor se concentre nas suas atividades principais;
  • melhor tomada de decisões financeiras; entre outros.

A contabilidade para startups é fundamental para atrair investidores, minimizar os riscos e aumentar a probabilidade de sucesso. É necessário contratar um serviço contábil especializado e moderno que consiga atender as demandas desse tipo de negócio.

Este conteúdo foi útil para você? Então deixe seu comentário! Estamos abertos a feedbacks e opiniões!

Você também pode gostar

Deixe um comentário