Veja como criar uma política de benefícios para funcionários eficiente - Blog Progresso Contabilidade Veja como criar uma política de benefícios para funcionários eficiente - Blog Progresso Contabilidade

Veja como criar uma política de benefícios para funcionários eficiente

Muitas empresas estão investindo na prática de criar benefícios para funcionários, inclusive seus concorrentes. Saiba agora como aplicar na sua empresa!

Veja como criar uma política de benefícios para funcionários eficiente

Como o mercado de trabalho tem se tornado cada vez mais competitivo, os gestores têm buscado meios para atrair e reter os colaboradores mais capacitados em suas empresas. A melhor solução para isso é a criação de uma política de benefícios para funcionários.

Essa é uma estratégia excelente para promover o engajamento e a motivação, que resultam na melhora do desempenho e no aumento da produtividade. No entanto, é preciso estar de acordo com a legislação para atender aos direitos dos empregados, bem como preservar os valores específicos do empreendimento.

Para ajudar você a elaborar uma política realmente eficaz de benefícios para os seus funcionários, listamos o que deve ser levado em consideração. Observe a seguir!

Conheça o perfil dos seus colaboradores

Há algum tempo, as organizações ofereciam planos de assistência médica e odontológica, e isso bastava. Contudo, o cenário atual é diferente. Por esse motivo, é fundamental conhecer seu público interno, ou seja, é preciso saber quais são seus interesses, o que é importante e o que os motiva.

Para isso, consulte seus colaboradores, peça a opinião deles e pergunte-os suas necessidades para garantir mais engajamento no trabalho executado. Esse é o primeiro passo para criar uma política de benefícios para funcionários. Afinal, de nada adiantaria conceder regalias e vantagens que não é do interesse nem causa impacto na equipe, não é mesmo?

Saiba quais são os benefícios obrigatórios e crie extras

Assim que o funcionário tem sua carteira assinada, já conta com alguns benefícios previstos em lei. Os principais são:

  • férias remuneradas;
  • vale-transporte;
  • adicional noturno;
  • 13° salário;
  • FGTS.

Esses são os obrigatórios. Sendo assim, todas as empresas precisam oferecê-los. Mas para atrair, reter e engajar os profissionais mais bem capacitados, é necessário apresentar um diferencial, que são os benefícios extras. Podem ser:

  • trabalho em home office;
  • horário flexível;
  • comemorações de aniversários;
  • espaço para café;
  • plano de academia;
  • convênio com creche próxima ao local de trabalho;
  • atividades de lazer;
  • folgas mensais;
  • cursos de idiomas.

Esses são apenas alguns exemplos que algumas organizações já colocam em prática. Para escolher a sua política, considere o perfil da equipe, conforme já mencionamos e, ainda, a viabilidade financeira da empresa.

Considere o custo-benefício

Depois de analisar os benefícios que seriam interessantes para a sua equipe, é hora de averiguar a viabilidade financeira da implantação dessa concessão. É fundamental estar dentro do orçamento disponível, caso contrário, haverá prejuízo. Então, o setor financeiro deve trabalhar em conjunto ao RH.

Vale lembrar que isso deve trazer vantagens não apenas para os colaboradores como também para a própria organização. Desse modo, analise os seguintes pontos:

  • necessidades dos colaboradores;
  • oportunidades de parcerias disponíveis;
  • custo-benefício de cada opção de recompensa.

Realizar um investimento alto em uma política de benefícios para funcionários só é recomendado se estiver alinhado com os objetivos e orçamento da empresa.

Defina as regras e repasse as informações

Estabelecer regras para a utilização dos benefícios é essencial. Decida se ela será flexível ou igual para todos. Isto é, se o funcionário poderá escolher um benefício em detrimento de outros ou todas as regalias serão iguais para o time.

Também é necessário que cada profissional tenha sido informado sobre as regras e compreendido corretamente. Isso evitará que alguns sejam prejudicados por não terem conhecimento sobre o funcionamento da política.

Agora que você já sabe o que considerar ao criar benefícios para funcionários, não deixe para depois. Afinal, muitas empresas estão investindo nessa prática, inclusive seus concorrentes.

Além disso, há o fato de os colaboradores preferirem trabalhar em um ambiente onde sua participação é reconhecida e recompensada, assim como seu bem-estar e qualidade de vida são importantes para a empresa.

Quer saber mais sobre administração e contabilidade? Então, curta nossa página no Facebook e acompanhe o melhor conteúdo sobre os temas!