Como saber se a sua empresa está no caminho certo usando indicadores de rentabilidade Como saber se a sua empresa está no caminho certo usando indicadores de rentabilidade

Como saber se a sua empresa está no caminho certo usando indicadores de rentabilidade

Você sabe quais são os indicadores de rentabilidade utilizados para avaliar o sucesso da sua empresa? Aqui, descubra tudo sobre o assunto!

Como saber se a sua empresa está no caminho certo usando indicadores de rentabilidade

Uma das medidas fundamentais na gestão financeira de uma empresa é acompanhar o desempenho e a situação real do negócio a cada passo do caminho. Para fazer esse acompanhamento, os indicadores de rentabilidade são especialmente importantes.

Eles são índices que permitem avaliar o retorno financeiro gerado por uma empresa, sendo utilizados pelo gestor e por investidores no momento de decidir se vale a pena injetar capital em um negócio.

Neste artigo, você entenderá o que são indicadores de rentabilidade e como eles podem ser utilizados para a gestão da sua empresa.

A importância dos indicadores de rentabilidade

Imagine que você está dirigindo um carro na estrada. Se você tentar dirigir sem olhar para a pista, sairá do caminho. É isso que acontece quando um empresário tenta gerir seu negócio sem acompanhar os indicadores de rentabilidade.

Esses indicadores mostram se a empresa está avançando no caminho certo, tendo em mente que o objetivo primário de qualquer negócio é ser tão rentável quanto possível. Sem um acompanhamento adequado, não é possível identificar situações de rentabilidade baixa. 

Então, quando se percebe que o negócio não está trazendo o retorno financeiro necessário ou desejável, é tarde para tomar providências e reverter a situação. 

Por esse motivo, o levantamento e a análise dos indicadores de rentabilidade devem ser parte da rotina do gestor.

Indicadores de rentabilidade Vs. Lucratividade

É importante tomar cuidado para não confundir indicadores de rentabilidade com lucratividade. Os dois tipos de índices são relevantes, mas trazem informações diferentes sobre a situação financeira da empresa.

A lucratividade revela qual é o lucro gerado pelo negócio, considerando seus ganhos e gastos. Por outro lado, os indicadores de rentabilidade apresentam o retorno financeiro gerado pelo negócio, considerando lucro e investimento. 

Assim, uma empresa pode ter uma boa lucratividade e, ainda assim, não atingir uma rentabilidade satisfatória.

Na prática, você notará que é um pouco difícil distinguir os indicadores de rentabilidade e lucratividade. Por isso, quanto mais ampla a gama de índices utilizados, menor a chance de que o gestor caia em um ponto cego.

Principais Indicadores de Rentabilidade

Agora, vamos apresentar cinco indicadores de rentabilidade mais utilizados e como eles são aplicados na prática para descobrir se sua empresa está no caminho certo.

Retorno sobre Patrimônio Líquido (ROE)

O ROE oferece uma visão geral da rentabilidade da empresa. Esse indicador pode ser utilizado para comparar a rentabilidade da sua empresa com outras que atuam no mesmo segmento e têm porte similar. Assim, é possível ter uma noção mais concreta do desempenho.

Seu cálculo é realizado com a seguinte fórmula: ROE = (Lucro Líquido ÷ Patrimônio Líquido) x 100.

Retorno sobre Ativo (ROA)

O ROA permite avaliar a rentabilidade gerada pelo conjunto dos investimentos da empresa. Se ele estiver baixo, isso indica que os ativos do negócio não estão sendo explorados adequadamente para gerar retorno financeiro. 

Afinal, não adianta uma empresa ter o melhor imóvel para suas operações, as máquinas mais modernas e o estoque cheio, mas não trazer rentabilidade.

A fórmula utilizada para o cálculo é: ROA = (Lucro Operacional ÷ Ativo Total) x 100.

Giro do Ativo

O Giro do Ativo representa quantas vezes o ativo da empresa se transforma em receita, dentro de um determinado período – por exemplo, anualmente. 

Assim, esse índice revela o nível de eficiência da empresa para gerar retorno a partir dos ativos disponíveis, sejam bens ou investimentos.

Para isso, utilizamos a seguinte fórmula: Giro do Ativo = Receita Líquida Anual ÷ Ativo Total.

Margem Bruta

A margem bruta representa a relação entre o lucro bruto e as receitas totais, revelando quanto a empresa ganha com suas vendas. Essa informação é útil para avaliar a necessidade de revisar a precificação dos produtos ou serviços.

Você pode descobrir essa margem percentual com a fórmula: Margem Bruta = (Lucro Bruto ÷ Receitas Totais) x 100.

Margem Líquida

A margem líquida, embora seja parecida com a bruta, traz um dado mais refinado. Por meio dela é possível saber, de cada real que entra no caixa da empresa, quanto efetivamente resta como lucro – que pode ser distribuído aos sócios na forma de dividendos ou reinvestido no negócio. 

Para o cálculo, utiliza-se a seguinte fórmula: Margem Líquida = (Lucro Líquido ÷ Receita Líquida) x 100.

Agora que você conhece os principais indicadores de rentabilidade, o próximo passo é incorporá-los na sua rotina de gestão e fazer um acompanhamento consistente. 

Essa é a maneira mais objetiva de avaliar se sua empresa está no caminho certo e tomar decisões corretas para o futuro do negócio.

Quer saber mais sobre gestão financeira e contábil? Siga o perfil da Progresso Contabilidade no Facebook, LinkedIn, YouTube e Instagram!