Absenteísmo

Absenteísmo: como lidar com funcionários que faltam muito

O absenteísmo é uma das maiores preocupações de gestores e empreendedores. Funcionários que faltam muito afetam o desempenho de toda a equipe, prejudicando os níveis de produtividade e, consequentemente, o faturamento do mês.

Entretanto, existem ações que podem ser tomadas para lidar com funcionários ausentes e reduzir consideravelmente os índices de absenteísmo.

Saiba como as leis trabalhistas tratam as faltas e descubra medidas muito eficientes para lidar com elas!

Leis trabalhistas e o absenteísmo

Funcionários sob o regime CLT têm direito de faltar sem ter desconto no salário, nem ter de compensar a ausência em outros dias, nas seguintes situações:

  • 2 dias consecutivos — morte do cônjuge, pais e avós, filhos e netos, irmão ou pessoa que viva sob sua dependência econômica;
  • 3 dias consecutivos — casamento;
  • 5 dias – nascimento de filho no decorrer da primeira semana;
  • 1 dia, em cada 12 meses — doação voluntária de sangue;
  • 2 dias consecutivos ou não — alistamento como eleitor.
  • no período de tempo em que tiver de cumprir as exigências do serviço militar;
  • nos dias em que estiver comprovadamente fazendo provas de vestibular para ingresso em instituições de ensino superior;
  • pelo tempo necessário quando tiver que comparecer perante a justiça como parte, testemunha ou jurado;
  • pelo tempo necessário quando, como representante de entidade sindical, estiver participando de reunião oficial de organismo internacional do qual o Brasil seja membro.

Fora dessas situações, o funcionário fica sem a devida remuneração relativa ao descanso semanal remunerado (DSR) e tem descontado proporcionalmente o dia de trabalho no salário. Para realizar os cálculos trabalhistas, conte com o auxílio de um profissional contábil.

As férias são concedidas e calculadas com base na quantidade de faltas, da seguinte forma:

  • 30 dias corridos — tiver faltado até 5 dias;
  • 24 dias corridos — tiver faltado de 6 a 14 dias;
  • 18 dias corridos — tiver faltado de 15 a 23 dias.
  • 12 dias corridos — tiver faltado de 24 a 32 dias.

Se o trabalhador faltar mais que 32 dias injustificadamente, perde o direito às férias.

O funcionário pode se ausentar do trabalho por até 15 dias, desde que haja atestado médico. Esgotado esse prazo, ele fica afastado pela Previdência Social.

Soluções eficientes para reduzir as faltas

Veja algumas maneiras de reduzir as faltas dos seus funcionários:

Comunicação eficaz

Invista em um sistema de comunicação eficiente, que compartilhe, de maneira clara, informações importantes e objetivos a serem atingidos. Dessa forma, é possível estabelecer uma relação de confiança entre funcionário e empresa.

Utilize os canais internos, como e-mails, reuniões e até mesmo o tradicional mural de avisos.

Condições de trabalho favoráveis

Não negligencie as condições de trabalho, pois elas têm sempre grande influência no absenteísmo dos funcionários.

Ofereça ambientes de trabalho favoráveis com salas arejadas, equipamentos em bom estado para a execução das tarefas diárias etc.

Melhorias no clima organizacional

Se os funcionários apresentam sinais de insatisfação, não terão estímulo algum para entregar melhores resultados com custos reduzidos.

Ao contrário, se estão satisfeitos é natural que apresentem adesão e desempenho positivos que impactam diretamente no resultado do negócio.

Procure encontrar o equilíbrio para atingir resultados extraordinários, sem prejudicar a qualidade de vida dos colaboradores.

Plano de carreira

Todo profissional deseja crescer na carreira e, naturalmente, oferece o melhor de si para alcançar o seu objetivo. Portanto, tenha um plano de carreira bem definido e deixe claro quais são as reais possibilidades de crescimento na empresa para que não haja decepções para ambas as partes.

Políticas de remuneração e benefícios

Funcionários que faltam muito são desmotivados pela falta de perspectivas. As políticas de remuneração e benefícios são importantes para definir quais são os critérios que justificam aumentos salarias ou promoções internas, acabando com a subjetividade.

Treinamento e desenvolvimento

Treinamento e desenvolvimento servem para capacitar os empregados e fazê-los atuar em outro nível de qualidade e excelência, promovendo a motivação interna, além de incentivar a sua qualificação.

Saúde e segurança dos colaboradores

O cuidado com a saúde e do bem-estar dos funcionários, além de cumprir a legislação e as normas de segurança obrigatórias, tem um impacto bastante positivo entre os colaboradores.

Essas medidas contribuíram para você lidar com funcionários que faltam muito? Compartilhe essas informações com seus amigos em suas redes sociais!

Facebook Comments

Contador e empresário há 27 anos no setor, tem como principal característica, a inovação e a transformação da prestação de serviços contábeis, com foco no resultado de seus clientes. Transformador, investe em infraestrutura, na valorização de sua equipe e no desenvolvimento de novas tecnologias, valorizando a mente, a gestão e os resultados de todos os envolvidos, equipe, clientes e fornecedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *